28 julho 2009

O robot...




...Está como eu!
Ou eu como ele...

22 julho 2009

Melodia de memórias felizes

Cool jazz fest 2009...
Katie Melua foi a opção. Um dos presentes de aniversário!
A dois, lá fomos, meio com medo da chuva para um relvado molhado.
Não choveu e cheirava a maresia. Ia arrefecendo e a timidez da cantora aliviava o frio que se ia fazendo sentir.



A melhor forma de concluir um simpático concerto.
A menina que encanta com a sua doce voz e que marca tanta gente...

Foi um final de dia feliz e saboroso.

Obrigada marido!!!

19 julho 2009

Tom de festa

Fabulosamente fantástico.

É tão bom cultivarmo-nos e aprendermos coisas novas.


(C) http://www.acert.pt



A companhia não poderia ter sido melhor, a música cativante e o ambiente propenso à animação. Que o próximo chegue depressa.

15 julho 2009

Buika...

Uma incessante busca...
Uma descoberta feliz!

14 julho 2009

Pegadas na areia

(C) crisruas



Uma noite eu tive um sonho...
Sonhei que estava andando na praia com o Senhor,
e através do Céu, passavam cenas da minha vida.
Para cada cena que passava,
percebi que eram deixadas dois pares de pegadas na areia;
um era o meu e o outro do Senhor.
Quando a última cena de minha vida passou diante de nós,
olhei para trás, para as pegadas na areia
e notei que muitas vezes no caminho da minha vida
havia apenas um par de pegadas na areia.
Notei também que isso aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos da minha vida.
Isso aborreceu-me deveras,
e perguntei então ao Senhor:
"Senhor, Tu me disseste que, uma vez que eu Te resolvi seguir,
Tu andarias sempre comigo, todo o caminho;
mas notei que durante as maiores atribulações do meu viver
havia na areia dos caminhos da vida,
apenas um par de pegadas.
Não compreendo porque nas horas em que eu mais necessitava de Ti,
Tu me deixaste".
O Senhor respondeu:
- Meu precioso filho,
Eu amo-te e jamais te deixaria nas horas de prova e de sofrimento.
Quando viste na areia apenas um par de pegadas,
foi exactamente aí que Eu te peguei ao colo.

13 julho 2009

Regredi

Inebriaste-me...

Toquei ao de leve os teus cabelos e senti aquele maravilhoso odor que me transportou para 1988.
De repente, parecia que cheirava os caracóis loiros e perfumados do meu bebé favorito até hoje.
Parecia ter 21 anos a menos.
Parecia estar sentada no banco estofado de veludo bourdeaux do quarto onde ela dormia.

Como funciona a nossa memória e os nossos desejos?!?

11 julho 2009

Parabéns para mim...

06 julho 2009

Inacabado assunto

Novamente o "meu" assunto, aquele que me massacra(va), me deixa(va) insegura e me coloca(va) em cheque.
Tantas partilhas (mas não demasiadas) e tantas vezes surgem as dúvidas, os medos e as inseguranças!
Inacabado assunto!
Tremendamente influenciável na nossa prática diária e no nosso bem-estar, mas de cada vez que o abordamos há algo que muda. Em ti e em mim.
As dores que outrora senti desvanecem. O nosso futuro está próximo e isso descansa-me, pacifica-me!
É bom partilhar tudo contigo. É bom que partilhes tudo comigo.
Crescemos - dizes tu.
E dizes muito bem!
Crescemos sim. A olhos vistos e isso deixa-me profundamente feliz.
Alguém dizia viver não custa; o que custa é saber viver!
E esta é uma real e diária constatação. Crescemos... somos... vamos. Às vezes sem saber e sem querer saber, mas vamos! Outras a audácia desvanece e perde-se de cada vez que é preciso decidir.
Agora, a decisão está tomada! Há certezas e há desejos, objectos e vontades comuns. Há quereres e saberes e uma grande dose de curiosidade. E é exactamente esta vontade de nos levar adiante que nos faz querer caminhar.

Amo os teus olhos azuis, os remoinhos do teu cabelo já a ficar grisalho.
Amo as tuas mãos e o seu toque suave e gentil de cada vez que me passas a mão pelo rosto.
Amo as gargalhadas que damos juntos e as lágrimas de alegria que choramos juntos.
Amo os silêncios que não incomodam e as frases soltas que se proferem no final desse silência e que culminam sempre numa coincidente coincidência.
Amo o(s) nosso(s) caminho(s) que é(são) cada vez mais o(s) mesmo(s).
Amo o nosso crescimento e a tua capacidade de entendimento em relação a mim.
Amo-te porque me amas e porque nos amamos e porque amamos todos os dias mais um bocadinho.
Amo-te porque te vejo reconhecer as minhas indagações e os meus suspiros, porque me ajudas a subir degrau a degrau nas inquietudes que eu insisto em não expor.
Amo a tua alma espelhada no teu olhar e no teu sorriso doce, na loucura dos teus anseios e nas incertezas do teu espírito.

E é exactamente por isso que te digo qu o nosso futuro está próximo.
E vai ser perfeito.
Tenho a certeza!
Simplesmente porque somos os dois.

04 julho 2009

Melodia de nós



No meio do rendilhado e das molduras antigas de casa das avós, há imagens de felicidade! Imagens que nos transportam para um dia feliz. Um dos nossos dias felizes! Um dos nossos dias mais felizes.

Cheira a lavanda das gavetas
A chuva e a terra molhada em tardes quentes de Verão
A erva acabada de cortar
A pôres do sol quentes sobre o ocenao cristalino.

Cheira a alegria e a felicidade
A danças intemporais e a risadas doces
A músicas marcadas e pautadas pela harmonia
A chocolate quente acabado de preparar.

Cheira aos nossos amores e às nossas paixões!

Cheira a nós e às nossas almas!

03 julho 2009

Demissão do Ministro

(C) Nuno Ferreira Santos in Público

Onde vai a nossa democracia parar?
Onde está o exemplo de boa educação, civismo, respeito pelo outro?
Será que não é possível (con)viver num meio limpo e de aceitação pelas ideias e pelas divergências alheias?